sexta-feira, 10 de abril de 2009

Noite fria e sem carimbó

Foi um dia longo -

daqueles entre compras no supermercado e batucadas
de samba.
Nada tão especial.

Foi um dia de chuva -
daqueles que levam a preces de perdão a São Pedro
                [ e fazem aflorar todos os rios aterrados da cidade ilha.
Nada tão inusitado.

É uma noite de vinho -
daquelas que me fazem pensar besteiras e besteiras d'Ela.
Um amigo sugere :
- Vai lá, escreve.

E cá estive. 
Hábil até onde o vinho permitiu.

1 comentários:

fabricadeilusoes disse...

Isso me lembra uma regionalidade.