quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Pa(i e)ternidade

Era quase um fórmula 1
por ultrapassar uns poucos carros
na estrada São Luís - Rosário.
Trabalhador honesto que sustenta
heroicamente a família.
Figura intelectual que quero
melhor ser quando crescer.

                 .
                 . 
                 .
Havia espaço pra mais.

Além do moralismo e
da imaginação infantis,
Coragem de se desmitificar
herói e se mostrar comum:

ser amigo,
ser pai.

2 comentários:

Aquela garota branca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aquela garota branca disse...

gostei da forma original que falou dos nossos heróis que não deixam de ser humanos pais. ;D